7 dicas especiais para quem quer abrir um e-commerce

Você quer abrir um e-commerce ? Ao abrir a sua loja online, uma das grandes vantagens (em relação a uma loja física) é poder iniciar a sua atividade de e-commerce de forma rápida e, sobretudo, de forma simples.

Em particular, contornando, por exemplo, os procedimentos administrativos, muitas vezes bastante complicados e onerosos, associados à compra ou ao aluguel de instalações.

Para obter todas as vantagens possíveis de um site comercial, é útil observar um certo número de regras, fáceis de entender, mas que lhe garantirão não cometer erros, e rentabilizar, o mais rapidamente possível, a criação de sua loja online.

Hoje existem soluções prontas de criação de lojas online para facilitar o seu trabalho. A criação de uma loja, portanto, não é mais o assunto.

Então, como você cria uma loja online viável rapidamente e consegue as primeiras vendas rapidamente?

Construindo uma loja online eficiente: o planejamento

Ao planejar sua loja digital, você vai dedicar um pouco do seu tempo à reflexão preliminar. Pode parecer uma perda de tempo para você … Muito pelo contrário! Em última análise, você ganhará em serenidade e, acima de tudo, em eficiência.

Reserve alguns meses para um trabalho de planejamento digno desse nome. Quanto melhor você preparar o seu projeto, mais você aumentará suas chances de sucesso.

Se você não fizer esse trabalho preparatório, você multiplicará a porcentagem de erros que podem custar muito caro.

Pesquisa de mercado para seu projeto de comércio eletrônico

Antes de começar, certifique-se de que existe uma demanda para o seu projeto empresarial.

  • Leve em consideração, ao escolher o seu tipo de negócio digital, que a internet é propícia a nichos de mercado. Na verdade, você terá dificuldade em competir com os gigantes do comércio online. Por outro lado, a web não conhece fronteiras, você pode facilmente buscar públicos qualificados, que possuem demandas muito especificas.
  • Outro aspecto a levar em consideração: seus concorrentes.

Em outras palavras: há um lugar para ocupar no nicho de negócios que você imagina?

Se suas conclusões forem positivas e promissoras, faça um retrato de quem irá comprar seu produto ou serviço (seu público-alvo) e veja qual seu valor agregado pode ser comparado ao da concorrência. Você pode então determinar seus recursos e suas ambições e, possivelmente, definir prazos.

Em termos de documentos, se desejar, elabore um micro plano de negócios, definindo os seus objetivos e as estratégias a serem implementadas, bem como, se possível, a sua estratégia para comunicação.

Se resumirmos os pontos até agora:

  • Faça um balanço do seu mercado.
  • Estude seu valor agregado.
  • Crie um mini plano de negócios.
  • Defina até mesmo uma estratégia de vendas preliminar.
  • Crie um esboço rápido do seu site.

Você pode pular essas etapas, mas provavelmente irá perder tempo mais tarde, cada minuto investido na melhoria do seu projeto evita erros que custam horas de vendas e também dinheiro!

Procedimentos administrativos para seu projeto de e-commerce

Já é hora de dar início às primeiras etapas administrativas:

  • Inscrever-se como profissional autônomo, junto a prefeitura da sua cidade, e nos órgãos de controle de impostos do seu estado, além de solicitar o número de CNPJ pelo site da Receita Federal.
  • Para escolher o estatuto jurídico da sua empresa: descubra bem e selecione as mais vantajosas de acordo com o seu projeto; você pode pedir conselhos a um especialista. E não se esqueça que você tem o direito de alterá-lo, conforme seu negócio cresce.

Quais os melhores caminhos para criar uma loja online?

É o momento tão esperado – Começar a construir o seu e-commerce.

Para abrir uma loja eletrônica, você tem duas opções principais para escolher:

  • Contrate um especialista em web para construir sua loja virtual para você.
  • Crie e gerencie você mesmo seu site de vendas online.

1- No primeiro caso, você não terá que se preocupar com o aspecto de TI de seu projeto de negócios. Mas existem duas desvantagens principais para esta solução:

  • O preço extremamente alto (são necessários vários milhares de reais para começar),
  • Falta de independência (você precisará passar por terceiros para qualquer atualização de sua loja virtual).

2- No segundo caso, você pode optar por uma solução online pronta, como o Shopify.

Com este tipo de serviço, você opta por um compromisso entre autonomia e suporte : você será orientado e apoiado, em caso de problema, pela equipe técnica, mas terá total controle do seu site comercia, pagando uma taxa fixa + comissões por venda. Mas mesmo assim, os preços continuam muito acessíveis.

A seleção de sua solução web será, portanto, baseada em seus objetivos (a escala e / ou o grau de sofisticação de seu projeto comercial em particular), bem como seus recursos (tempo, pessoal, dinheiro), e da forma que deseja continuar a manter sua loja online.

Criação de uma loja online: conselhos para rentabilidade rápida

Um bom conselho a seguir, quando você deseja um projeto de negócio online que seja rapidamente lucrativo, é não perder muito tempo antes de começar.

E embora o aconselhemos, como vimos acima, a fazer uma reflexão preparatória, isso não é motivo para hesitar muito antes de começar a colocar em prática seu e-commerce.

Então, aconselhamos você a começar e publicar rapidamente o seu site. Mesmo que sua loja não seja perfeita para você, publique-a! Aqui está o porquê:

  • Em primeiro lugar, porque seu site comercial sempre estará evoluindo de qualquer maneira. Você nunca para de melhorar e aperfeiçoar com o tempo.
  • Porque o feedback de seus primeiros clientes será muito útil para você fazer as últimas mudanças e entender as expectativas de seu público.
  • Porque as primeiras vendas geradas vão trazer algum dinheiro, que você pode potencialmente reinjetar em seu negócio.
  • Por outro lado, tanto para o SEO do Google quanto para o boca a boca, é do seu interesse começar o mais rápido possível porque esses são processos de longo prazo. De fato, de acordo com um estudo do Ahref , as páginas colocadas na pole position no Google têm, globalmente, quase três meses de existência. O SERP é amplamente dominado por páginas “antigas”. Daí a necessidade de publicar seu site comercial o mais rápido possível. Além disso, a indexação do seu site pode levar várias semanas. Para saber se o seu site está indexado, basta digitar no site do Google – site:seudominio.
  • Por fim, um site de e-commerce já criado pode, eventualmente, ajudá-lo a estabelecer parcerias ou colaborações com mais facilidade e a liberar empréstimos bancários, por exemplo.

Abrindo um e-commerce: como gerar clientes?

Para ter certeza de obter um bom desempenho de vendas online o mais rápido possível, você precisa ser proeminente e convincente.

Veremos a seguir diferentes alavancas, que lhe permitirão impulsionar sua loja e gerar clientes mais rapidamente.

1- Referência da sua loja no Google

A visibilidade é a pedra angular do sucesso do seu negócio na web. Já podemos ver os comentários “sim, mas SEO é muito complicado para mim …”

Não! Siga as regras abaixo e você obterá um resultado satisfatório, sem investir muito tempo nem dinheiro.

  • Reserve um nome de domínio para sua loja virtual. Certifique-se de que seja simples, fácil de lembrar e representativo de sua empresa.

Por que você precisa ter seu próprio nome de domínio para sua loja?

O nome de domínio é obrigatório, dá aos seus clientes a sensação de seriedade absoluta e acima de tudo impede que o Google o considere como um subdomínio de uma solução de criação de sites.

Em muitas plataformas, se você optar por um plano pago, o nome de domínio personalizável é oferecido a você na assinatura.

  • Estruture bem o seu e-shop (para isso, não crie uma profundidade de site muito grande: não mova suas páginas mais de 3 cliques da página inicial, e desenvolva um bom link interno: gere links horizontais relevantes semanticamente).

Estruturar sua loja é fundamental para agradar ao Google. Ele reage como um usuário da Internet, por isso é importante ter certeza de que o Google entende a estrutura do seu site.

Estruturando adequadamente seu site, você será capaz de:

  • Melhorar o número de páginas visitadas por visita de um usuário da Internet: um site bem estruturado fará com que o usuário deseje visitar várias páginas, pois navegará facilmente em seu site.
  • Guiar o seu internauta até a compra: o usuário deve encontrar suas informações de maneira fácil e rápida, uma estrutura organizada tornará a experiência do usuário mais agradável.
  • Limitar sua taxa de rejeição: o usuário chega ao seu site, não consegue encontrar o que está procurando: ele sai novamente nos segundos que se seguem. Isso é chamado de taxa de rejeição. A taxa de rejeição média em um site de comércio eletrônico está entre 20 e 40%. De fato, páginas sobrecarregadas de informações, ou não claras, farão o usuário fugir e também podem prejudicar a credibilidade do seu site.

Proteja sua loja online: Verifique se sua loja digital é eficiente, ou seja, segura, tecnicamente avançada e adequada para navegar em dispositivos móveis. Para manter seu site seguro, certifique-se de:

  • Atualizar plataformas, plug-ins e scripts regularmente.
  • Instalar plug-ins de segurança.
  • Usar o protocolo HTTPS: https fortalece a segurança do seu site e tranquiliza os usuários da Internet. Isso é ainda mais necessário para uma loja online garantir a compra.
  • Use senhas complexas: não hesite em alterá-las regularmente e alternar entre maiúsculas, minúsculas, números e caracteres especiais.
  • Trabalhe na sua redação : tanto no seu conteúdo, que deve atender a uma necessidade real e de qualidade, quanto nas palavras-chave. Insira suas palavras-chave e coloque-as estrategicamente em seu site comercial: em metadados, títulos, inícios de parágrafo, tags…

Não se esqueça de incluí-los nas fichas de produtos!

Quanto ao seu conteúdo, crie conteúdo suficientemente denso, longo e, acima de tudo, atualizado regularmente.

Com 80.000 consultas por segundo, ou 6,9 bilhões por dia, o Google é o maior mecanismo de busca do mundo. É a melhor ferramenta para aumentar a sua notoriedade e tornar-se conhecido do grande público.

Mas a competição é acirrada, então você tem que demonstrar metodologia para ganhar visibilidade.

Por que palavras-chave?

O Google funciona segundo um princípio semântico, como os usuários da Internet! Uma página deve ter um assunto, um produto. O objetivo é, portanto, compreender plenamente as palavras-chave digitadas pelos internautas para que suas páginas as respondam semanticamente.

Como você encontra as palavras-chave certas?

  • Coloque-se no lugar do usuário: o que você digitaria na barra de pesquisa do Google?
  • Sobre o que é o seu site: quais são as palavras-chave que compõem o seu site?
  • Use as ferramentas oferecidas pelo Google: O Google Suggest pode ajudá-lo a observar as palavras-chave mais pesquisadas ou refinar sua pesquisa.
  • Observe a concorrência: examinar sua concorrência é muito importante para se posicionar em certas palavras-chave.
  • Use ferramentas de SEO: há um grande número de ferramentas disponíveis para ajudá-lo a examinar e escolher suas palavras-chave. Por exemplo, SEMrush ou mesmo Google Ads.

2- Anuncie no Google: Google Ads

Por que usar anúncios?

O Google Ads é a maior agência de publicidade do mundo e pode ser uma grande alavanca de aquisição para sua atividade de comércio eletrônico, dependendo de seus recursos.

Resumindo, o Google Ads permite criar campanhas publicitárias completas com apenas alguns cliques, graças a um sistema de publicidade. Seus anúncios serão exibidos nos motores de busca com base nas palavras-chave digitadas pelos usuários da Internet.

Como funciona o Google Ads

O Google Ads é a melhor forma de alcançar os usuários da Internet: as inserções de anúncios são colocadas na primeira página do Google, oferecendo visibilidade significativa aos anunciantes.

Na plataforma, você cria sua campanha com apenas alguns cliques e escolhe entre:

  • A compra de palavras-chave: o preço é determinado de acordo com a oferta e a procura.
  • A criação de anúncios: eles serão exibidos nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa.
  • Pagamento por cliques: aqui, pague somente quando o anúncio for clicado por um internauta, também é chamado de CPC ou Custo por Clique.

Os tipos de anúncios disponíveis 

  • Campanha na Rede de Pesquisa: com esse tipo de campanha, seu anúncio pode ser exibido próximo aos resultados da pesquisa quando um usuário da Internet usa termos relacionados a uma de suas palavras-chave definidas anteriormente.
  • Campanha na Rede de Display: esta campanha permite que seus anúncios sejam exibidos para usuários da Internet quando eles navegam em seus sites favoritos, assistem a um vídeo do YouTube, acessam suas contas do Gmail etc. 
  • Campanha do Shopping: ao criar uma campanha do Shopping, você poderá promover seu inventário online e na loja. Isso permitirá que você aumente o tráfego para seu site ou estabelecimento físico.
  • Campanha de vídeo: transmita seus anúncios em vídeo com apenas alguns cliques no YouTube e na Rede de Display do Google.
  • Campanha para aplicativos: com esta opção, você não precisa criar anúncios individuais. O Google aproveitará sua cópia do anúncio e recursos para criar vários anúncios, usando diferentes formatos e redes.

3- Crie um boletim informativo: Envie e-mails para seus clientes em potencial para melhorar a recompra!

Para criar um boletim informativo , existem algumas regras a seguir. Seguindo estes poucos pontos, você terá os princípios básicos de um boletim informativo eficaz:

  • Determine seus objetivos: por que estou enviando esta newsletter, qual é a sua finalidade? Exemplo: melhorar a recompra entre os clientes em potencial.
  • Escolha o método de envio: escolha o software com o qual decidirá enviar a sua newsletter. Você poderá escolher seu modelo de e-mail.

Respeite as “regras” de um boletim informativo eficaz:

  • Botão de ação e principais informações antes da dobra da página.
  • Visuais atraentes e uma fonte fácil de ler.
  • O mais sucinto possível.
  • Use contrastes de cores para botões de ação.

Testando seu boletim informativo: É importante testar seu boletim antes de enviá-lo aos seus clientes em potencial. Envie para seus colegas para revisão antes, por exemplo!

Esse procedimento envolve o fortalecimento do relacionamento com clientes em potencial que ainda não têm certeza de comprar. Informar, portanto, ajuda a manter uma comunidade ao fortalecer os vínculos com os quais você tem.

Comércio online: como ser convincente?

Para contrariar os obstáculos à compra dos seus visitantes, deve acima de tudo tranquilizá-los.

Também será necessário trabalhar no design da sua loja online , tanto para melhorar a imagem da sua marca como para facilitar a compreensão das mensagens que pretende transmitir.

Trabalhe no design da sua loja online

O design do seu e-commerce terá que ser trabalhado em torno de dois eixos principais: ergonomia e imagem de marca.

  • Em relação à imagem de marca, respeite o seu estatuto gráfico e as emoções que deseja despertar nos seus visitantes. O branding tem um grande impacto nas respostas de seus clientes e clientes potenciais aos seus produtos. Na verdade, é importante ajudar os clientes a compreender de forma rápida e fácil o que você está oferecendo. 

Seu negócio é algo por si só!

Sua identidade gráfica deve, portanto, corresponder às atitudes, desejos e necessidades de seu público-alvo.

O branding tem várias vantagens:

  • Você se diferencia da concorrência no longo prazo
  • Você cria um sentimento de pertencer à sua marca entre os usuários da Internet
  • Você cria a identidade de quem você é

Com relação à ergonomia do seu site comercial, é importante conhecer algumas regras simples de design Ux para lojas online:

1- O layout de uma página

O layout de uma página pode ter vários efeitos, incluindo um papel importante na confiança e na experiência de compra.

Certifique-se de que suas páginas sejam claras, ergonômicas, que guiem os olhos e as ações de seus visitantes.

Exemplo: Você pode aplicar a regra dos terços, que consiste em dividir uma área de trabalho em 9 partes iguais usando 2 linhas horizontais e verticais.

Isso o ajudará a organizar as informações em sua página e controlar as dimensões dos elementos.

Para um site comercial, você também deve criar fichas de produtos relevantes e detalhadas, incluindo as seguintes informações:

  • Composição do produto
  • Descrição
  • Foto ou ilustração do produto
  • Preço
  • Origem
  • Entrega (duração, custo, …)
  • Avisos (alergias, entrevistas, etc.)
  • CTA para carrinho de compras
  • Dimensões / tamanhos
  • Benefícios

Ou qualquer outra informação que possa ajudar e tranquilizar o internauta, para que ele saiba tudo sobre o produto

2- Otimização de navegação

A navegação do seu site deve ser fluida e clara: 

  • Configure um apelo à ação explícito que levará os visitantes à ação que pretendem, com um clique!
  • Limite os pop-ups, porque se eles parecem úteis para você comunicar informações pontuais, eles podem distrair o visitante e causar uma sensação desagradável: concentre-se em uma única informação, torne-a o mais simples e atraente possível e acione a hora certa!
  • Seu menu deve incluir subcategorias relevantes, adaptadas à navegação móvel. Para fazer isso, crie categorias horizontais e flexíveis, disponíveis durante a rolagem para serem permanentemente acessíveis.

3- Torne as informações visíveis

Se o cliente deseja perguntar algo, deve conseguir em poucos segundos. Você deve tornar suas informações de contato visíveis: ser transparente, receptivo e disponível. Isso ajudará muito na construção de confiança entre você e seu potencial futuro cliente.

Faça o mesmo para qualquer informação que você considere importante comunicar, por exemplo, destacando símbolos de confiança: métodos de pagamento (como o Paypal), ou uma seção com feedback de experiências e avaliações de usuários que irá tranquilizar o seu novo visitante.

Exemplo: você pode adicionar esta informação no rodapé … Aliás, não devemos subestimar os padrões dos sites: olhe o que está acontecendo com seus concorrentes e os melhores sites do seu setor porque os mais visitados adotam práticas funcionais comuns e apreciadas por visitantes.

4- Simplifique as conversões

Você deve tornar a conversão o mais fácil possível:

  • Ofereça um funil de conversão tranquilo, faça com que eles queiram saber mais e faça com que eles percorram seu funil rapidamente
  • Facilite a localização de informações e produtos em seu site
  • Crie fidelidade por meio de boletins informativos e sua presença nas redes sociais: dê a seus visitantes a opção de segui-lo sem solicitações múltiplas e pesadas (pop-up, e-mail mal direcionado etc.)
  • Simplifique seus formulários: um e-mail e uma senha são suficientes para um primeiro cadastro.

Para os outros tipos de formulários deverá indicar os campos obrigatórios, separar os campos e colunas em grupos temáticos.

5- Mantenha um design consistente

Para não perder o visitante, é importante criar uma identidade visual adaptada, coerente e sobretudo que brilhe na hora certa!  Mantenha um código de cor exclusivo para suas chamadas a ação, seus títulos (H) devem ter uma ordem e tamanho comum entre todas as suas páginas, limite seus estilos de tipografia …

Um e-commerce deve ser de fácil navegação através de um design sem muita sobrecarga de suas páginas de informações, destacando a sua personalidade ou algo único sobre a sua empresa.

Deixe uma impressão duradoura e dê ao seu site uma identidade real!

Outras dicas importantes:

Configure testes de usuário ou testes de usabilidade. Eles o ajudarão a conhecer as necessidades e possíveis problemas encontrados durante a navegação.

O que parece óbvio para você não é necessariamente óbvio para seus visitantes. Você será capaz de controlar e melhorar o desempenho, a precisão, a memória que seu site ou produto deixará, bem como a resposta emocional (frustrações, confiança, interesse, estresse, etc.)

Lance sua loja online: construa confiança

Para ter certeza de que você tem um site comercial confiável, é relativamente simples: pergunte-se se, a título pessoal:

Você compraria algo deste site sem se perguntar nada?

Caso contrário, verifique os seguintes dados:

  • A aparência da sua loja online é tranquilizadora, credível e profissional?
  • Estão presentes todos os avisos legais e as informações práticas necessárias (quanto à entrega, devoluções, garantias, etc.)
  • A página de pagamento é segura?
  • É fácil entrar em contato com o atendimento ao cliente em caso de problema?
  • Os produtos são bem detalhados (fotos, vídeos, origens, materiais, etc.)?

Neste ponto, você já conhece todos os principais pontos para construir um e-commerce de sucesso – Você só precisa começar!

Então, pronto para iniciar sua loja online?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp